Dieta rica em proteínas diminui declínio funcional

Estudo publicado no “Journal of the American Geriatrics Society”

14 março 2014
  |  Partilhar:

A adoção de uma dieta rica em proteínas, especialmente de origem animal, poderá ajudar os idosos a manterem um elevado nível físico, psicológico e função social, defende um estudo publicado no “Journal of the American Geriatrics Society”.
 

Devido ao aumento de esperança de vida, há cada vez mais idosos a viver com declínio funcional, tanto ao nível da sua capacidade cognitiva, como na realização das suas atividades diárias. Este declínio pode ter efeitos consideráveis tanto na saúde e bem-estar dos idosos, como nos seus cuidadores.
 

Estudos anteriores já tinham sugerido que a capacidade de absorção e processamento das proteínas diminui à medida que as pessoas envelhecem. Foi neste contexto que os investigadores do Instituto Nacional de Saúde, no Japão, em colaboração com os cientistas da Universidade de Tóquio decidiram investigar se o consumo de proteínas poderia afetar as capacidades funcionais dos idosos.
 

Para o estudo, os investigadores contaram com a participação de 1.007 indivíduos que tinham uma média de 67,4 anos, os quais preencheram um questionário alimentar no início do estudo e sete anos mais tarde. Os participantes foram divididos em quatro grupos (quartis) tendo em conta o seu consumo de proteína total, animal e vegetal.
 

Os idosos foram ainda sujeitos a testes para aferição da sua capacidade funcional, que incluíram aspetos sociais e intelectuais, bem como o desempenho das atividades quotidianas.
 

O estudo apurou que os homens que se encontravam no quartil mais elevado relativamente ao consumo de proteína animal apresentavam um risco 39% menor de ter um declínio na função cognitiva, comparativamente com os do quartil mais baixo. Este tipo de associação não foi verificada nas mulheres. Não foram também observadas associações consistentes entre o consumo de proteína vegetal e o declínio funcional, em ambos os sexos.
 

“A identificação dos fatores nutricionais que podem contribuir para a manutenção de uma elevada capacidade funcional é importante para prevenir a futura deterioração da realização das atividades quotidianas. Para além de outros comportamentos de saúde modificáveis, uma dieta rica em proteína animal poderá ajudar os idosos a manter a sua capacidade funcional”, conclui, uma das autoras do estudo, Megumi Tsubota-Utsugi.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.