Dieta rica em potássio associada a redução do risco de AVC

Estudo publicado no “Journal of American College of Cardiology”

29 março 2011
  |  Partilhar:

As pessoas que consomem grandes quantidades de alimentos ricos em potássio são menos propensas a sofrer um acidente vascular cerebral (AVC), refere um estudo publicado no “Journal of American College of Cardiology”.

 

A equipa, liderada por Lanfranco D'Elia, da Faculdade de Medicina da Universidade de Nápoles, Itália, reuniu dados de 11 estudos internacionais em que 247.510 adultos foram acompanhados durante um período de 19 anos. Na maioria dos estudos, os participantes responderam, no início, a questionários sobre alimentação. A equipa controlou quem desenvolveu doenças cardíacas ou AVC durante a investigação. Nalguns casos, as equipas também mediram os níveis de potássio na urina.

 

Os estudos apresentaram resultados contraditórios. Mas, quando combinados, os investigadores descobriram que para cada 1.640 miligramas (mg) de potássio consumido, o risco de sofrer um acidente vascular cerebral diminuiu em 21%. Não houve uma relação clara entre o consumo de potássio e o risco de desenvolver doença cardíaca, embora alguns estudos notassem que os participantes, que mais consumiam potássio, tinham um nível de risco menor. A equipa estimou que um risco menor em 21% de sofrer um acidente vascular cerebral resultaria em menos 1,15 milhões de mortes anuais por AVC em todo o mundo.

 

No entanto, desconhece-se se a causa da redução do risco foi o potássio. Em quase todos os estudos, os autores consideraram outros factores de risco para o AVC. Por exemplo, os participantes que mais consomem potássio poderão ter hábitos ou outras características (maior escolaridade ou rendimento), que poderia explicar a diminuição do nível de risco.

 

Ainda assim, em comunicado enviado à imprensa, os autores do estudo referem que aumentar a ingestão de potássio através de mais frutas e verduras, coincide com as recomendações para prevenir e controlar a doença cardíaca e o AVC. A necessidade diária recomendada de um adulto saudável é 4700 mg por dia.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.