Dieta rica em gordura: o impacto nos eritrócitos e saúde cardiovascular

Estudo publicado na revista “Circulation”

19 novembro 2015
  |  Partilhar:
Investigadores americanos descobriram o impacto negativo que a dieta com elevado teor de gordura tem nos eritrócitos e como estas células, por seu lado, promovem a doença cardiovascular, dá conta um estudo publicado na revista “Circulation”.
 
De acordo com os investigadores da Universidade de Cincinnati, nos EUA, este é um dos primeiros estudos a demonstrar o efeito dos eritrócitos na doença e pode também afetar o modo como pacientes com outras doenças, como cancro, que são suscetíveis ao desenvolvimento de problemas cardiovasculares são diagnosticados e tratados.
 
Alguns estudos têm sugerido que os eritrócitos desempenham um papel importante na obstrução das artérias, aterosclerose, ligando-se a proteínas pro-inflamatórias que causam disfunção no revestimento interno da parede dos vasos sanguíneos – o endotélio. Neste estudo os investigadores, liderados por Vladimir Y. Bogdanov, decidiram averiguar como a dieta rica em gordura torna os eritrócitos disfuncionais.
 
Para o estudo, os investigadores alimentaram um modelo de ratinhos com uma dieta com um elevado teor de gorduras. Verificou-se que houve um aumento nos níveis de proteínas chave que estimulam os leucócitos a ligarem-se aos eritrócitos. Este tipo de leucócitos, conhecidos por macrófagos, ingerem o “lixo” celular, substância estranhas, microrganismos, células cancerígenas e quaisquer outras substâncias que não apresentam à sua superfície um tipo específico de proteínas que estão presentes nas células saudáveis. Os macrófagos desempenham também um papel importante na aterosclerose.
 
Os investigadores verificaram que, nos eritrócitos dos ratinhos alimentados com uma dieta rica em gordura houve um aumento de colesterol na membrana celular e nos níveis de fosfatidilserina, promovendo reações inflamatórias. Quando os eritrócitos destes animais foram injetados num grupo de ratinhos controlo, que comiam uma dieta normal, verificou-se que a captação dos eritrócitos pelo fígado triplicou. O fígado está envolvido na remoção de células sanguíneas, assim como na inflamação sistémica.  
 
“Todos estes resultados demonstram que a disfunção dos eritrócitos, que corresponde à disfunção do revestimento dos vasos sanguíneos, ocorre muito cedo na obesidade induzida pela dieta e pode desempenhar um papel importante no desenvolvimento da aterosclerose. As dietas ricas em gorduras saturadas têm sido associados à disfunção endotelial, o precursor da aterosclerose. Contudo, o efeito desta dieta nos eritrócitos ainda não tinha sido rigorosamente analisado”, revelou, em comunicado de imprensa, Vladimir Y. Bogdanov.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.