Dieta mediterrânica definitivamente associada a melhor qualidade de vida

Estudo publicado no “European Journal of Clinical Nutrition ”

01 junho 2012
  |  Partilhar:

A dieta mediterrânica está associada a uma melhor saúde mental e física, dá conta um estudo publicado no “European Journal of Clinical Nutrition ”.

 

Estudos anteriores já tinham demonstrado que adoção deste tipo de dieta, caracterizada por consumo de frutas, vegetais, leguminosas (feijão, ervilha, grão de bico e lentilhas, etc), peixe, azeite e nozes, era benéfica para a saúde, diminuindo o risco de doença crónica e a taxa de mortalidade.

 

Neste estudo os investigadores da Universidad de Las Palmas e da Universidad de Navarra, em Espanha, analisaram o efeito da dieta mediterrânica na qualidade de vida de mais de 11.000 universitários, ao longo de quatro anos.

 

Todos os participantes foram submetidos, no início do estudo, a questionários para avaliação do tipo de dieta adotada, tendo também sido realizada uma autoavaliação da qualidade de vida no final do período de acompanhamento.

 

O estudo apurou que os indivíduos que seguiam mais de perto a dieta mediterrânica apresentavam os resultados dos questionários de avaliação mais elevados relativamente ao seu bem-estar físico e mental.

 

“A dieta mediterrânica é um fator importante associado a uma melhor qualidade de vida e pode ser considerada um modelo de alimentação saudável”, revelou, em comunicado de imprensa, uma das autoras do estudo, Patricia Henríquez Sánchez. A sua pirâmide alimentar contém alimentos que devem ser consumidos diariamente, semanalmente e ocasionalmente.

 

As refeições principais devem conter sempre três alimentos básicos: cereais, frutas, vegetais e produtos lácteos. Adicionalmente, deve também ser ingerido cerca de 1,5 a 3 litros de água por dia.

 

De acordo com esta dieta o azeite deve ser utilizado devido à sua qualidade nutricional, sendo também aconselhado o consumo moderado de vinho e outras bebidas fermentadas. A ingestão de peixe, carne magra, ovos e marisco também é incentivada.

 

No topo da pirâmide encontra-se o açúcar, doces, bolos e bebidas açucaradas as quais devem ser consumidas ocasionalmente e em pequenas quantidades.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.