Dieta alimentar aumenta risco de cancro da próstata

Estudo mostra diferenças entre americanos e japoneses

29 abril 2003
  |  Partilhar:

O cancro da próstata é dez vezes mais comum em homens residentes nos Estados Unidos do os que vivem no Japão. Um estudo realizado por cientistas da Universidade da Califórnia sugere que as diferenças na dieta alimentar de cada região pode ser um dos motivos para isso.
 

 

A especulação começou porque foi observado que quando os homens japoneses se mudam para os EUA e começam a comer mais hambúrgueres gordurosos e pizza e a ingerir menos quantidade de soja, o risco de desenvolverem cancro da próstata aumenta.
 

 

Leonard S. Marks, urologista da Universidade da Califórnia e autor do estudo, disse que «em apenas uma geração, a incidência do cancro da próstata deu um salto enorme».
 

 

Marks e a sua equipa compararam as amostras de sangue e de tecido de tumores de próstata de 50 homens que se submeteram a cirurgia para remover glândulas cancerígenas na próstata.
 

 

Metade desses homens vive no Japão, enquanto os outros 50 por cento são residentes de Los Angeles, nascidos nos EUA e filhos de japoneses. Dessa forma, ambos os grupos tinham raízes genéticas similares, mas havia muita diferença entre a alimentação dos grupos.
 

 

Os japoneses que vivem nos EUA consomem uma alimentação muito mais rica em gordura animal. Naturalmente, tinham maior percentagem de peso gordo no corpo e maiores níveis de triglicérides no sangue.
 

 

Os japoneses nativos alimentam-se mais de soja do que os que moram nos EUA, e a soja, acredita-se, oferece protecção contra o cancro da próstata.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.