Dias terrestres estão a ficar mais longos

Daqui por cem anos vai poder piscar os olhos mais uma vez por dia

13 fevereiro 2002
  |  Partilhar:

Se é daquelas pessoas para quem as horas do dia nunca chegam para fazer tudo o que quer e precisa, então esta notícia é para si. Um grupo de cientistas belgas anunciaram que o aquecimento global do nosso planeta vai tornar os dias mais longos, ou seja: vai haver mais tempo para todos nós. Mas não se iluda – esse aumento não é suficiente para fazer tudo o que deixamos para o dia seguinte: dentro de cem anos será possível pestanejar os olhos mais uma vez por dia.
 

 

De acordo com a equipa de investigadores coordenada por Olivier de Viron do Royal Observatory of Belgium, o aumento dos níveis atmosféricos de dióxido de carbono vai «abrandar» a velocidade de rotação do nosso planeta. Para Viron e seus colaboradores, o aumento global dos níveis de dióxido de carbono na atmosfera vais tornar cada dia um pouco mais longo do que o anterior.
 

 

A velocidade da rotação da Terra varia de acordo com as interacções entre os componentes sólidos (rochas) e os componentes fluídos (oceanos, magma, atmosfera) do planeta. Da interacção entre as várias fracções, resulta a aceleração ou o abrandamento da velocidade do movimento que a Terra faz sobre o seu próprio eixo.
 

 

De acordo com as explicações de Viron à New Scientist, a atmosfera é conhecida como uma das influências mais importantes na variação da velocidade de rotação do nosso planeta.
 

 

Mas até que ponto é que esse aumento é significativo, podemos perguntar. O aumento do dia terrestre será muito reduzido: cerca de um microsegundo (uma milésima parte de segundo) ao fim de cada ano, durante este século. Isto significa que o dia 31 de Dezembro de 2999 será mais longo do que hoje cerca de 0,1 segundos.
 

 

Viron e seus colaboradores utilizaram modelos matemáticos para analisar o efeito do aumento anual de 1% nos níveis atmosféricos de dióxido de carbono. De acordo com esta taxa, a quantidade de dióxido de carbono na atmosfera duplicaria daqui por 70 anos. Os investigadores consideram que esta taxa representa um cenário provável, baseado nas emissões actuais deste gás poluente.
 

 

De facto, o aumento da duração do dia terrestre não é muito significativo. Para estes investigadores, o aumento dos níveis de dióxido de carbono na nossa atmosfera são importantes na medida em que a dinâmica da atmosfera terrestre é perturbada – a seguir ao aquecimento global do planeta, a influência do aumento dos níveis deste gás vai-se manifestar nas alterações da velocidade e da direcção dos ventos. Globalmente, vão aumentar os ventos de Oeste para Este e será esta a principal causa do abrandamento da velocidade de rotação do planeta, já que a direcção do deste movimento é precisamente o oposto.
 

 

Segundo Viron, «os dias vão ser mais longos mas não serão compensados com noites mais curtas.» Ou seja, o período de exposição ao Sol será mais longo. No geral, este estudo revela que, dentro de alguns séculos, o planeta Terra terá dias mais longos do que 24 horas. O dia terrestre terá as 24 horas e... algumas fracções de segundo a mais.
 

 

Joaquina Pereira
 

MNI – Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.