Diagnóstico do cancro da mama através de amostra de sangue

Empresa norueguesa desenvolve nova técnica

09 dezembro 2003
  |  Partilhar:

Uma amostra de sangue poderá em breve ser suficiente para detectar o cancro da mama, doença que afecta uma em dez mulheres nos países ocidentais, anunciou o grupo norueguês que trabalha neste método de diagnóstico.«Quando se contrai uma doença, não é apenas o órgão afectado que responde. Existem também respostas noutras partes do corpo. O nosso método tem como objectivo detectar essas respostas», explicou à agência francesa AFP Anders Loenneborg, director da DiaGenic, uma pequena empresa de Oslo, Noruega. «Um cancro provoca uma actividade diferente dos genes no sangue. Estamos a tentar identificar o modelo (padrão) de genes que é específico em caso de cancro da mama», acrescentou.Loenneborg assegura ter já conseguido chegar a um padrão de 49 genes que são detectados em mulheres com cancro da mama diagnosticado por exames tradicionais, como a mamografia. A DiaGenic conduz actualmente investigações para verificar se este modelo é de facto específico ao cancro da mama ou se pode também ser encontrado noutros tipos de cancro ou outras doenças.Se os testes se revelarem conclusivos, este método de diagnóstico poderá ser colocado no mercado dentro de dois anos se «todas as condições estiverem reunidas». O cancro da mama afecta cerca de dez por cento das mulheres nos países ocidentais, sendo uma doença rara entre os homens.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.