Diabetes tipo 2 em crianças: guidelines foram criadas

Estudo publicado na revista “Pediatrics”

31 janeiro 2013
  |  Partilhar:

Foram criadas as primeiras guidelines para o controlo de diabetes tipo 2 nas crianças entre 10 e 18 anos e publicadas na revista “Pediatrics”.
 

A diabetes tipo 2 afetava habitualmente apenas os adultos, a sua incidência em crianças era extremamente baixa. Contudo, isto deixou de se verificar. O rápido aparecimento da diabetes tipo 2 nas crianças colocou um desafio aos médicos, tendo estes que tratar as crianças com uma doença vulgarmente associada aos adultos. A maioria dos médicos de família está habituada tratar a diabetes tipo1 em crianças e não a do tipo 2.
 

A American Academy of Pediatrics (AAP) explicou que estava na altura de ajudar os médicos que têm que tratar as crianças com diabetes tipo 2. Assim, conjuntamente com a Academy of Nutrition and Dietetics, a American Diabetes Association, a American Academy of Family Physicians e a Pediatric Endocrine Society, foram criadas recomendações baseadas na evidência clínica para crianças entre os 10 e os 18 anos com diabetes tipo 2.
 

De acordo com estas recomendações, as crianças e adolescentes com cetose ou cetoacidose, elevada hiperglicemia, ou aqueles que não podem ser claramente definidos como tendo diabetes tipo 1 ou 2 devem iniciar o tratamento com a insulina.
 

Em todos os outros casos pediátricos, a terapia recomendada é a metformina, bem como adoção de uma dieta controlada e prática de exercício físico. As guidelines criadas incluem recomendações para a dieta, implementação dos regimes de insulina, monitorização do controlo glicémico e atividade física.
 

Os autores do estudo referem que “as guidelines foram submetidas à revisão de especialistas antes de ser aprovadas pela AAP. Estas recomendações não pretendem substituir a apreciação clínica ou estabelecer um protocolo para o tratamento de todas as crianças com diabetes mellitus tipo 2. Estas recomendações podem não ser a única abordagem adequada para o controlo desta doença nas crianças. Os médicos deverão consultar especialistas habituados a tratar crianças e adolescentes com diabetes tipo 2, quando os objetivos do tratamento não são cumpridos ou quando a terapia com insulina é iniciada”.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.