Diabetes tipo 2: causa da resistência à insulina foi descoberta

Estudo publicado na revista “Nature Medicine”

10 março 2016
  |  Partilhar:

Investigadores americanos descobriram que a causa da resistência à insulina na diabetes tipo 2 envolve níveis elevados de determinados aminoácidos, dá conta um estudo publicado na revista “Nature Medicine”.
 

Para os indivíduos com diabetes tipo 2, o problema da resistência à insulina significa que, apesar de esta hormona ser abundante, o corpo não responde a esta de uma forma eficaz. Embora a maioria das pessoas associem esta resistência aos níveis de glucose no sangue, a diabetes é também um problema de excesso de gordura. Especialmente da gordura acumulada no interior do músculo esquelético, o que conduz à resistência à insulina.
 

Na opinião dos investigadores da Universidade da Pensilvânia, nos EUA, se for possível reduzir o nível de gordura nos músculos, teoricamente, a resistência à insulina pode ser evitada.
 

“Ao longo de mais de 10 anos verificámos que a diabetes é acompanhada por um aumento dos níveis de aminoácidos de cadeia ramificada no sangue, que os seres humanos só podem obter através da dieta. Contudo, não sabíamos como isto poderia causar resistência à insulina e diabetes”, revelou, em comunicado de imprensa, um dos autores do estudo, Zoltan Arany.
 

Os investigadores constataram que um subproduto da decomposição destes aminoácidos, o 3-Hib, é secretado pelas células musculares e ativa células da parede vascular para transportar mais gordura para o tecido do músculo. Isto conduz à acumulação de gordura no músculo, que, por sua vez, leva à resistência à insulina em ratinhos. Por outro lado, verificou-se que a inibição da síntese do 3-Hib em células musculares bloqueou a absorção de gordura no músculo.
 

Na opinião do investigador, este estudo sugere um novo mecanismo para explicar como o 3-HIB, ao regular o transporte de e para o músculo, liga a metabolização dos aminoácidos de cadeia ramificada à acumulação de ácidos gordos, demonstrando como o aumento de aminoácidos pode causar a diabetes.
 

"A descoberta desta nova via – a forma como o organismo metaboliza os aminoácidos que impulsionam a acumulação de gordura nos músculos – abre novos caminhos para futuras investigações sobre a resistência à insulina e introduz uma forma completamente nova de direcionar o tratamento da diabetes”, concluiu, Zoltan Arany.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.