Diabetes: nova abordagem de tratamento

Estudo publicado na revista “Nature”

09 junho 2014
  |  Partilhar:

Investigadores americanos descobriram um inibidor de uma proteína, a enzima de degradação da insulina, responsável pela suscetibilidade à diabetes, uma vez que destrói a insulina no organismo. O estudo publicado na revista “Nature” poderá conduzir ao desenvolvimento de novos tratamentos contra a diabetes.
 

As estratégias atuais de tratamento da diabetes baseiam-se quer na injeção de insulina, quer na toma de fármacos capazes de estimular a sua secreção. Neste novo estudo, os investigadores da Escola de Medicina da Universidade Stony Brook , nos EUA, sugerem uma nova abordagem que envolve a regulação da degradação da insulina no sangue.
 

De acordo com um dos autores do estudo, Markus A. Seeliger, a estratégia que consiste em proteger a quantidade de insulina produzida pelos diabéticos em resposta aos níveis de açúcar parece uma alternativa de tratamento interessante. “Os resultados encontrados são muito prometedores”, referiu o investigador.
 

O estudo apurou que o inibidor descoberto foi capaz de aliviar, com sucesso, os sintomas da diabetes tipo 2 em ratinhos obesos, e não só aumentou os níveis de insulina, como também promoveu a sinalização da insulina no sangue.
 

Os investigadores foram ainda capazes de determinar a estrutura tridimensional do inibidor, tendo também determinado como este se associa à enzima de degradação da insulina. Esta estrutura tridimensional foi utilizada para ajudar a avaliar as propriedades e características do composto.
 

Markus A. Seeliger refere que estes resultados são importantes na medida em que podem ajudar no desenvolvimento de um fármaco que os diabéticos possam utilizar para regular a depleção de insulina no sangue. O investigador acrescenta que numa abordagem inicial o composto poderia ser utilizado para ajudar o organismo a reter a insulina e consequentemente a atrasar a utilização desta pelos indivíduos com diabetes tipo 2.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.