Diabetes gestacional pode afectar desenvolvimento da linguagem no bebé

Estudo publicado na revista "Pediatrics"

22 dezembro 2008
  |  Partilhar:

A diabetes gestacional foi associada a um maior risco de problemas de desenvolvimento da linguagem no bebé, aponta um estudo publicado na revista “Pediatrics”. O trabalho foi liderado por Ginette Dianne, da Université Laval no Quebec, Canadá.

 

O estudo comparou 221 crianças de mães diabéticas com 2.612 crianças de mães não-diabéticas. Após controlar factores como a idade da mãe, nível de instrução, tabagismo, saúde do bebé no nascimento e outros factores, foi observado que das crianças que apresentaram piores resultados em, pelo menos dois testes de linguagem entre os 18 meses e os sete anos, 26% tinham mães diabéticas.

 

Em todas as idades, concluíram os cientistas, a diabetes gestacional é associada a um deficit nas habilidades linguísticas, e a associação é ainda mais forte do que com qualquer outro factor, com excepção do factor referente ao nível de instrução da mãe.

 

“É surpreendente descobrir que a diabetes gestacional é um factor determinante tão participante no desenvolvimento da linguagem”, disse Ginette Dianne, acrescentando, no entanto, que este atraso não é definitivo, dado que também foi verificado que “o estímulo à linguagem oferecido à criança pode  equilibrar um pouco o risco”. É precisamente este último dado que está a ser testado pela equipa.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.