Diabetes: fortalecimento muscular e de condição aeróbica reduzem risco

Estudo publicado na revista “Plos Medicine”

17 janeiro 2014
  |  Partilhar:

Para além do exercício aeróbico, a prática de exercícios de fortalecimento muscular reduz o risco das mulheres desenvolverem diabetes, defende um estudo publicado na revista “Plos Medicine”.
 

Neste estudo, os investigadores da Escola de Saúde Pública de Harvard, nos EUA, e da Universidade do Sul da Dinamarca, na Dinamarca, contaram com a participação de mais de 99.316 mulheres, as quais não tinham diabetes diagnosticado no início do estudo.
 

Os investigadores procuraram determinar se o tempo que as participantes dedicavam semanalmente a praticar exercício de resistência, exercício de condicionamento muscular de baixa intensidade (yoga e alongamentos), atividade aeróbica moderada e atividade física vigorosa, estava associado a um menor risco de desenvolvimento da diabetes.
 

Ao longo dos oito anos do período de acompanhamento, foi verificado que 3.491 mulheres desenvolveram diabetes tipo 2. O estudo apurou que os exercícios de resistência e os de condicionamento muscular de baixa intensidade estavam associados, de uma forma independente, com um menor risco de desenvolver esta doença. Estes resultados permaneceram inalterados mesmo após a atividade aeróbica e outros fatores terem sido tomados em conta.
 

Os investigadores constataram que, as mulheres que semanalmente praticavam pelo menos 150 minutos de atividade aeróbica e pelo menos 60 minutos de exercícios de fortalecimento muscular apresentavam, comparativamente com as mulheres inativas, uma redução substancial no risco de desenvolvimento da diabetes.
 

“Estes resultados sugerem que a incorporação de atividades de fortalecimento muscular e atividade de condicionamento com atividade aeróbica pode trazer benefícios substanciais no que diz respeito à prevenção da diabetes nas mulheres”, revelaram, em comunicado de imprensa, os investigadores.
 

Os autores do estudo acrescentaram ainda que as mulheres que seguiram as atuais recomendações no que diz respeito ao fortalecimento muscular e atividade física apresentaram um risco substancialmente menor de diabetes, mesmo aquelas que praticaram este tipo de exercício a uma intensidade mais baixa do que aquela recomendada tiveram um menor risco de desenvolverem esta doença.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.