Dextropropoxifeno vai ser retirado do mercado

Circular informativa do INFARMED

30 junho 2009
  |  Partilhar:

O analgésico dextropropoxifeno vai ser gradualmente retirado do mercado, dado que a sua sobredosagem pode ser potencialmente fatal, revela uma circular informativa publicada no sítio do INFARMED (Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde), que cita o Comité de Medicamentos para Uso Humano (CHMP) da EMEA.

 

O dextropropoxifeno é um opióide fraco com acção analgésica, indicado no tratamento da dor aguda e crónica de várias etiologias. É um medicamento sujeito a receita médica, disponível em Portugal desde há 30 anos e comercializado actualmente em associação com o paracetamol na forma de comprimidos.

 

Esta decisão resulta de uma revisão levada a cabo pela Agência Europeia de Medicamentos (EMEA), em que foram avaliados os dados de segurança e eficácia dos medicamentos que contêm dextropropoxifeno. O INFARMED refere que estatísticas de vários Estados-membros da União Europeia "mostraram um número significativo de mortes associadas a sobredosagem".

 

A retirada do mercado será gradual, devendo os pacientes falar com o seu médico na próxima consulta para rever o tratamento, refere a mesma nota do INFARMED.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.