Desvendado mecanismo que explica doenças crónicas nos fumadores

Estudo publicado na revista “Infection and Immunity”

21 outubro 2009
  |  Partilhar:

É sabido que os fumadores têm uma maior predisposição para sofrerem infecções respiratórias causadas por bactérias e vírus e para que essas doenças se tornem crónicas. Contudo, os mecanismos moleculares responsáveis por este facto só agora foram desvendados.

 

Num estudo publicado na revista “Infection and Immunity”, investigadores espanhóis do Centro de Investigação Biomédica em Rede de Doenças Respiratórias (Ciberes) revelaram que os responsáveis pela cronicidade das doenças nos fumadores são os macrófagos alveolares, células imunes responsáveis pela destruição dos agentes infecciosos.

 

O estudo demonstra que, em comparação com os não-fumadores, os macrófagos alveolares dos fumadores funcionam mal na destruição das bactérias que infectam os pulmões, permitindo que estas proliferem nos alvéolos, o que induz uma reacção inflamatória.

 

Do ponto de vista molecular, o consumo do tabaco diminui a actividade da proteína Akt, necessária para que os macrófagos alveolares destruam as bactérias infecciosas de maneira eficaz.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.