Desvendado mecanismo envolvido no desenvolvimento de tumores

Estudo do Instituto Ricardo Jorge

27 julho 2012
  |  Partilhar:

Investigadores do Instituto Ricardo Jorge descobriram um mecanismo envolvido na desregulação de determinados genes que contribuem para o desenvolvimento de tumores.
 

O estudo, liderado por Peter Jordan, teve por alvo as células cancerígenas do cólon que devido a mutações do seu material genético, alteram o seu comportamento e multiplicam-se descontroladamente, dá conta um comunicado do Instituto Ricardo Jorge ao qual a agência Lusa teve acesso.
 

Neste estudo os investigadores identificaram os mecanismos genéticos através dos quais este processo ocorre, quer em cancros do cólon - que são diagnosticados em cinco mil portugueses anualmente - quer da mama e do pâncreas.
 

Deste modo, os resultados deste estudo apontam "alvos para o desenvolvimento" de medicamentos mais eficazes para travar a propagação de células cancerígenas e, segundo Peter Jordan, o estudo vai continuar, com o objetivo de estudar todos os genes humanos que possam vir a ser regulados por este mecanismo".
 

O estudo apurou que, quando ativada em excesso devido à ocorrência de mutações, a proteína codificada pelo gene Rac1 remove uma outra proteína que inibe os genes envolvidos na divisão celular e estimula outra que os ativa.
 

Desenvolve-se assim uma "ação antagonista de duas proteínas reguladoras", uma que estimula a divisão e multiplicação celular, outra que a inibe. Isto deve-se a "mutações que provocam uma ativação excessiva de Rac1", que passa a emitir sinais de uma forma "desregulada", indicou Peter Jordan.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.