Desvendado gene relacionado à infertilidade masculina

Estudo publicado na “Nature”

21 outubro 2007
  |  Partilhar:

Um único gene pode ser crucial para as fases finais da formação das células de espermatozóides, revela um estudo publicado na “Nature” e que pode ajudar a explicar a razão pela qual alguns homens são inférteis.
 

 

Um estudo da University of North Carolina, em Chapel Hill, EUA, efectuado em ratinhos verificou que os animais aos quais lhes foi deletado um gene registaram uma contagem significativamente menor de espermatozóides e eram inférteis.
 

 

"Como esse gene tem um efeito muito específico no desenvolvimento do espermatozóide funcional, tem um grande potencial de ser alvo de novos tratamentos para a infertilidade", disse em comunicado Yi Zhang, professor de bioquímica da faculdade de medicina da universidade.
 

 

O estudo de Zhang concentrou-se no estágio final da formação da célula do espermatozóide, conhecido como espermatogénese. Nessa fase, o ADN é concentrado na cabeça do espermatozóide, para garantir a penetração no óvulo.
 

 

Os ratinhos concebidos para não terem o gene responsável por esse processo produziram poucos espermatozóides maduros, e os poucos que foram produzidos tinham cabeças de formato anormal e caudas imóveis.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.