Desvendada alteração genética implicada em carcinoma da mama do tipo basal

Estudo publicado na revista “Oncogene”

03 abril 2007
  |  Partilhar:

Uma equipa de cientistas portugueses e britânicos descobriu uma alteração genética numa forma agressiva de Cancro da Mama que poderá abrir caminho a um tratamento mais eficaz da doença. A descoberta consta de um estudo publicado na revista britânica “Oncogene”. Os cientistas detectaram uma alteração no gene supressor tumoral BRCA1, encontrada frequentemente em algumas formas de cancro hereditário da mama, numa forma não hereditária da doença conhecida por "carcinomas do tipo basal". O estudo mostra que o BRCA1 é "desactivado" em alguns cancros mamários do tipo basal, o que os torna semelhantes aos cancros hereditários, no que diz respeito aos seus mecanismos celulares de proliferação e de ausência de reparação de erros do ADN. Como estes tumores não apresentam receptores de estrogénio, não respondendo por isso à terapêutica hormonal (Tamoxifeno) ou ao Herceptin, sendo que, refere o estudo, trata-se de uma descoberta fundamental para o desenvolvimento de novos tratamentos.Fontes Lusa e Imprensa Internacional MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.