Desenvolvimento intelectual previne deterioração de funções cerebrais

Estudo divulgado pela revista New Scientist

27 dezembro 2005
  |  Partilhar:

 

 

As pessoas que mais desenvolveram as suas capacidades intelectuais estão melhor preparadas para enfrentar os sintomas derivados da deterioração mental na velhice, indica um estudo publicado pela revista científica britânica "New Scientist". Como exemplo, os peritos citam os indivíduos que desempenham trabalhos que exigem maior capacidade intelectual e os que receberam melhor educação.
 

 

Michael Rutter, membro do Institute of Psychiatry, de Londres, disse à revista que os indivíduos detentores de um maior nível de educação e que padecem de uma doença como a de Alzheimer não sofrem uma deterioração vertiginosa e são capazes de combater os sintomas de forma mais eficaz.
 

 

Estas descobertas levaram a Alzheimer''s Association dos Estados Unidos a recomendar a adopção de medidas para aumentar a "reserva cognitiva". Segundo a "New Scientist", os peritos aconselham cinco medidas para ajudar a aumentar o poder mental: manter o estado de alerta, estar em forma, reduzir o stress, seguir uma dieta adequada e evitar o álcool.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.