Desenvolvido software destinado a testes farmacológicos

Programa desenvolvido pela Universidade de Ciência e Tecnologia da Noruega

20 novembro 2006
  |  Partilhar:

 

Investigadores noruegueses desenvolveram um método de simulação por computador que permite testar em alguns minutos novos medicamentos, poupando tempo e dinheiro e evitando testes em animais.
 

 

O método, desenvolvido na Universidade de Ciência e Tecnologia da Noruega, permite que os investigadores encontrem mais rapidamente a substância com as qualidades e características que pretendem para determinado fim, antes de ser testada no mundo real, com a ajuda de cálculos matemáticos e simulação por computador.
 

 

Para comprovar a eficácia do programa, os investigadores estão a avaliar novos tratamentos para o cancro, a partir de mais de 250 mil compostos químicos, até agora já identificaram cerca de 1.200 compostos.
 

 

A líder da investigação, a química Kristin Tondel salienta que se estas substâncias fossem avaliadas num laboratório pelos métodos tradicionais, seriam analisadas "talvez de 20 a 40 substâncias por ano, o que faria com que demorassem cerca de 10 mil anos a testar os 250 mil compostos químicos iniciais".
 

 

O programa também simula os efeitos que o produto químico tem no organismo e simular como os diferentes compostos interagem com as proteínas, a fim identificar candidatas a novos fármacos. A principal desvantagem do programa é a de que nem todos os químicos são testados fisicamente, pelo que não permite respostas definitivas a respeito do seu funcionamento.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

MNI-Médicos Na Internet
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.