Desenvolvido modelo de previsão de crises de enxaqueca

Estudo publicado na revista “Headache”

14 julho 2017
  |  Partilhar:
Uma equipa de investigadores desenvolveu um modelo que permite prever as crises de enxaqueca nos pacientes, de forma individual.
 
Num estudo conduzido por uma equipa liderada por Tim Houle do Hospital Geral de Massachusetts, EUA, foi demonstrado que é possível fazer uma previsão da ocorrência das crises daquele problema incapacitante com base no stress experienciado por indivíduos que sofrem de enxaquecas com frequência.
 
“Sabemos que certas pessoas apresentam um maior risco de terem uma crise do que outras pessoas, mas numa pessoa em si, não fomos capazes de predizer um maior risco de ter uma crise com qualquer nível de exatidão”, explicou o investigador.
 
Para o estudo, a equipa contou com a participação de 95 pessoas com 4.195 dias de dados de diários, em que reportaram ter sofrido uma crise de enxaqueca em 1.613 dias, ou seja 36,5%.
 
A equipa considerou que a frequência de eventos stressantes ou da intensidade percecionada relativamente a esses eventos poderiam ser fatores promissores para um modelo de previsão das crises de cefaleias.
 
Foi observado que apesar de os participantes terem mencionado ter geralmente níveis baixos a moderados de stress, nos dias anteriores a terem uma cefaleia o nível de stress era maior.
 
Os fármacos preventivos de enxaquecas devem ser tomados antecipadamente de forma a combaterem a crise da forma mais eficaz.
 
“Este estudo demonstra que é possível prognosticar a ocorrência de uma crise de dor de cabeça individualmente num indivíduo que sofre de dores de cabeça”, comentou Tim Houle.
 
Com alguns aperfeiçoamentos e mais investigação, o modelo elaborado pelos investigadores terá o potencial de prever a cefaleia e permitir o seu tratamento antecipadamente, evitando assim a dor e o estado incapacitante provocado pela enxaqueca.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.