Descobertos mais três genes que contribuem para a esquizofrenia

Causas genéticas têm grande influência na origem desta psicose

22 outubro 2003
  |  Partilhar:

Várias equipas de investigadores alemães identificaram três genes que contribuem para gerar um estado esquizofrénico, anunciou um professor da Universidade de Duesseldorf, cidade do oeste da Alemanha.Segundo Peter Falkai, membro da «rede de competência esquizofrenia» criada pelo governo federal alemão para coordenar as investigações sobre este assunto, a esquizofrenia é causada em 50 por cento por causas genéticas e 50 por cento por causas «externas», como doenças, drogas ou stress.O professor estima entre 50 a 100 o número de genes que estão na origem desta psicose, caracterizada por desagregação psíquica (como o desdobramento da personalidade), perda de contacto com a realidade e introversão.Cromossoma 6, 8 e 13Investigadores de várias universidades descobriram agora que o gene «Dysbindin» exerce uma influência nefasta sobre o cromossoma 6, e que o mesmo se passa com o gene «Neuregulin» sobre o cromossoma 8 e o gene «G72» sobre o cromossoma 13.Peter Falkai congratulou-se por se abrir agora a possibilidade de desenvolver «uma terapia causal selectiva». Os medicamentos mais recentes contra a esquizofrenia permitem a mais de 70 por cento dos pacientes melhorar o seu estado.A Organização Mundial de Saúde (OMS) estimou em 45 milhões o número de pessoas que sofrem desta doença em todo o mundo, sendo 100 mil  em Portugal, segundo dados recentes.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.