Descobertos genes que identificam doentes com maior risco para Cancro do Pulmão

Estudo do Hospital CanRuti de Badalona

10 janeiro 2007
  |  Partilhar:

 

Uma investigação biomédica realizada no Hospital CanRuti de Badalona, Barcelona, permitiu descobrir três genes que ajudam a identificar os doentes de Cancro de Pulmão que têm um maior risco que o tumor se metastize.
 

 

Segundo fonte hospitalar, com esta descoberta os doentes oncológicos de alto risco poderão receber tratamentos mais personalizados e concretos, enquanto os pacientes com tumores de menor risco podem deixar de submeter-se a Quimoterapia.
 

 

A mesma fonte acrescentou que esta descoberta "é muito importante" para os doentes, a quem se lhes pôde extirpar totalmente o tumor e não têm gânglios e metástases, mas que apesar disso experimentam recaídas.
 

 

A identificação destes genes também é importante porque reduz o tempo de espera para iniciar o tratamento. Isto porque, será possível fazer uma avaliação em apenas uma semana, podendo assim haver uma maior rapidez e eficácia no momento de decidir quais os fármacos mais adequados, acrescentou a fonte.
 

 

Os resultados desta investigação são extrapoláveis a outros tipos de cancro, como a Leucemia, Próstata, e Mama e sobretudo para um dos mais malignos, o Cancro do Pâncreas.
 

 

Fontes: Público e Imprensa Internacional
 

MNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar