Descoberto túmulo de cirurgião egípcio com mais de 4000 anos
07 novembro 2001
  |  Partilhar:

Um grupo de arqueólogos que trabalhavam nas areias do deserto perto da cidade do Cairo, mais precisamente em Sakkara, descobriram um túmulo que, dizem, ser o mais antigo já conhecido de um cirurgião egípcio.
 

 

De acordo com Zahi Hawass, director do departamento de antiguidades da área das Pirâmides de Giza, esta descoberta corresponde ao túmulo faraónico com 4200 anos.
 

 

Dentro do túmulo, os arqueólogos encontraram trinta instrumentos cirúrgicos usados pelo cirurgião egípcio. Este cirurgião chamava-se Skar e seria o chefe dos cirurgiões de um dos faraós da V Dinastia do Egipto.
 

 

Os instrumentos cirúrgicos encontrados são de bronze e incluem objectos tão comuns nos nossos dias como bisturis, agulhas e uma espécie de colher-espátula. De acordo com Hawass, esta descoberta vai ajudar os especialistas a compreenderem melhor as técnicas cirúrgicas praticadas na medicina antiga.
 

 

Além do seu conteúdo, este túmulo possui pinturas belíssimas nas paredes, revelando a vida do quotidiano da região de Sakkara da V Dinastia do Egipto.
 

 

No túmulo, os arqueólogos ainda descobriram um altar de alabastro e vinte e duas estátuas de diferentes deuses e deusas da mitologia egípcia.
 

 

Joaquina Pereira
 

MNI – Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.