Descoberto papel protetor de astrócitos em doenças dos neurónios motores

Estudo publicado na revista “Brain”

14 fevereiro 2020
  |  Partilhar:
Um estudo de cientistas do Instituto Francis Crick e da Universidade College London, RU, descobriram que os astrócitos podem proteger os neurónios motores de doenças degenerativas.
 
Uma doença dos neurónios motores éneurodegenerativa e destrói células nervosas (neurónios motores) no cérebro e medula espinal que controlam os movimentos, fala, respiração e deglutição. O mais conhecido tipo desta doença é a esclerose lateral amiotrófica (ELA).
 
Neste estudo, a equipa de investigadores descobriu que na doença, os neurónios motores do cérebro e medula espinal adoecem e morrem quando a proteína TDP-43 se desdobra mal e se acumula no local errado dentro dos neurónios motores.
 
Contudo, quando isto acontece nos astrócitos, células que sustentam os neurónios, estes parecem resistir e sobreviver.
 
Foi ainda observado que quando os astrócitos estão muito perto dos neurónios motores, os astrócitos mais resistentes protegem os neurónios da proteína mal desdobrada. Este mecanismo de salvação ajuda os neurónios a viverem mais tempo.
 
Os investigadores estão confiantes que este processo agora descoberto abra caminho a formas de tratamento que passem por fazer os neurónios motores imitarem este comportamento para que se protejam a si próprios  ou por potenciar quimicamente esta atividade dos astrócitos.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentar