Descoberto novo tratamento para a calvície

Estudo publicado na revista “Cell”

13 setembro 2011
  |  Partilhar:

Investigadores da Universidade de Yale, nos EUA, descobriram a fonte dos sinais que desencadeiam o crescimento do cabelo, uma descoberta que pode ser a solução para a calvície. O estudo foi publicado na revista “Cell”.

 

Os investigadores identificaram células estaminais dentro da camada de gordura da pele e demonstraram que os sinais moleculares são necessários para estimular o crescimento do pêlo em ratinhos. Segundo os cientistas, os homens calvos continuam a ter essas células estaminais nas raízes dos folículos, mas essas perdem a capacidade de induzir a regeneração capilar.

 

"Se conseguirmos que essas células de gordura na pele ‘conversem’ com as células estaminais adormecidas na base dos folículos pilosos, poderíamos ser capazes de fazer o cabelo crescer novamente," disse Valerie Horsley, líder da investigação.

 

Os especialistas explicam que, quando o cabelo morre, a camada de gordura no couro cabeludo diminui, e quando o crescimento do cabelo começa, ela expande-se, num processo chamado adipogénese. De acordo com os investigadores, as células estaminais envolvidas na criação de novas células de gorduras são necessárias para regeneração do cabelo.

 

Os investigadores descobriram que um tipo de célula estaminal envolvida na criação de novas células de gordura - células precursoras adiposas – foi necessária para a regeneração do cabelo em ratinhos. Também descobriram que essas células produzem moléculas chamadas PDGF (factores de crescimento plaquetário derivados), que são necessárias para produzir o crescimento do cabelo.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 3Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.