Descoberto gene responsável por leucemia infantil

Cientistas anunciam descoberta

12 outubro 2004
  |  Partilhar:

Investigadores norte-americanos descobriram um gene cuja mutação provoca uma forma de leucemia particularmente agressiva nas crianças, indica um estudo publicado na semana passada pela revista científica britânica Science.Este cancro do sangue - chamado leucemia linfoblástica grave ou T-ALL - é tratado mediante quimioterapia com um índice de cura de 75 por cento, precisam os autores do estudo.Todavia, o tratamento pode provocar outros problemas de saúde prolongados em crianças frágeis, adverte Andrew Weng, do Hospital Brigham and Women da Faculdade de Medicina da Universidade de Harvard (Massachusetts), que coordenou estes trabalhos. Weng descobriu que a mutação de um gene chamado NOTCH1 está presente em quase 60 por cento de todos os casos de leucemia T-ALL. Esse gene desempenharia um papel no controlo das células T do sistema imunológico que proliferam desordenadamente nesta forma de cancro.E os investigadores observaram ainda que a enzima gama-secretase - que destrói as proteínas responsáveis, no cérebro, pela doença de Alzheimer - tem também um efeito destrutivo sobre o NOTCH1. Na perspectiva dos cientistas, deveriam prosseguir as investigações sobre esta enzima, que oferece potencialmente uma possibilidade de tratamento eficaz da leucemia T-ALL e tem muito menos efeitos nocivos no organismo.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.