Descobertas variações genéticas que aumentam predisposição para o Cancro da Próstata

Estudo avançado no “New England Journal of Medicine”

18 janeiro 2008
  |  Partilhar:

Investigadores americanos e suecos descobriram variações genéticas que aumentam claramente as predisposições hereditárias no aparecimento do Cancro da Próstata, segundo trabalhos publicados no “New England Journal of Medicine”.
 

 

Os médicos identificaram 16 variações genéticas em cinco regiões diferentes dos cromossomas 8 e 17 que são as mais frequentes nos homens atingidos pelo Cancro da Próstata, comparativamente com aqueles que não sofrem deste tipo de cancro.
 

 

Os investigadores analisaram amostras de sangue de 2.893 pacientes com cancro e de um grupo-amostra de 1.781 homens sãos, na Suécia. Determinaram que as variações genéticas poderiam ser responsáveis de cerca de metade dos casos deste cancro no grupo estudado. Os médicos determinaram também que quanto mais aumenta o número de variações, maior é o risco.
 

 

Os homens com quatro ou cinco destes marcadores genéticos no grupo estudado tinham cerca de 4,5 vezes mais riscos de desenvolver um Cancro na Próstata.
 

 

Mas se os pacientes, além destas variações genéticas, tiverem um número significativo de pessoas atingidas pelo Cancro da Próstata na sua família, o risco de virem a sofrer desta patologia é então multiplicado por 9,5, comparativamente àqueles que não tem este tipo de antecedentes familiares.
 

 

Os autores do estudo revelam ainda que as variações genéticas identificadas não permitem prever a taxa de progressão do tumor.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.