Descoberta relação entre depressão e resposta inflamatória

Estudo publicado na revista “Neuropsychopharmacology”

24 dezembro 2010
  |  Partilhar:

A depressão pode ser desencadeada pelos mesmos mecanismos que permitem que o sistema imunológico responda a uma infecção, aponta um novo estudo publicado este mês na revista “Neuropsychopharmacology".

 

Randy Blakely, director do Vanderbilt Center for Molecular Neuroscience, nos EUA, afirmou, em comunicado enviado à imprensa, que "muitas pessoas apresentam sinais de letargia e depressão durante as doenças gripais".

 

Os investigadores descreveram, em estudos anteriores, que as citoquinas inflamatórias podem aumentar a actividade do transportador de serotonina (SERT). O aumento da actividade do SERT remove a serotonina das sinapses do cérebro a uma velocidade maior e, com base em estudos em modelos animais e em humanos, o risco de distúrbios do humor e ansiedade poderá aumentar.

 

No presente estudo, o sistema imunológico de ratinhos foi activado e estimulada a produção de citoquinas pró-inflamatórias. Após 30 a 60 minutos, o SERT foi activado no cérebro e os animais apresentaram comportamentos de desespero. Este comportamento não foi observado em ratinhos sem o gene SERT. Da mesma forma, a utilização de um fármaco que bloqueia estas citoquinas impediu a estimulação do SERT e consequentemente o comportamento de desespero.

 

Os investigadores advertiram, no entanto, que as mudanças na actividade do SERT não sejam, por si só, suficientes para induzir a depressão, nem que o modelo animal utilizado possa reproduzir todos os elementos de um distúrbio neuropsiquiátrico. Blakely ressalvou, contudo, terem sido capazes de “identificar um mecanismo que pode estar envolvido, mesmo sem a inflamação, com o risco de doença depressiva".

 

Mais estudos serão necessários para, por exemplo, identificar variações genéticas relacionados com a via de activação do SERT, podendo sugerir fontes adicionais de risco genético para a depressão, de acordo com os autores do estudo. "O nosso trabalho sugere que novas terapias, tendo como alvo as vias de inflamação, poderão ser utilizadas no tratamento dos distúrbios de humor " conclui Randy Blakely.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.