Descoberta nova variante genética implicada na propensão à Obesidade

Estudo co-dirigido por portuguesa publicado na “Nature Genetics”

26 agosto 2008
  |  Partilhar:

Uma equipa científica internacional, co-dirigida por uma investigadora portuguesa, descobriu uma segunda variante genética que aumenta o risco de desenvolver Obesidade, tanto em adultos como em crianças, indica um novo estudo publicado na revista científica “Nature Genetics”.
 

 

A investigadora Inês Barroso liderou a investigação, em conjunto com os colegas britânicos Mark McCarthy (University of Oxford) e Nicholas Wareham (Hospital Addenbrooke, em Cambridge).
 

 

No ano passado, membros da mesma equipa identificaram uma primeira variante genética, localizada no gene “FTO”, que influencia a probabilidade de uma pessoa desenvolver Obesidade.
 

 

Agora, a mesma equipa, que estudou mais de 90 mil pessoas, diz ter identificado uma nova variante genética, localizada junto a um gene denominado “MC4R”.
 

 

De acordo com o estudo, os portadores desta variante genética são em média 1,5 quilos mais pesados. E como esta variante e a do “FTO” têm efeitos aditivos, pessoas com duas cópias de ambas são em média 3,5 a 4,5 quilos mais pesadas.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.