Descoberta de gene pode levar à pílula masculina

Fertilidade masculina pode mudar...

24 junho 2003
  |  Partilhar:

Cientistas descobriram um gene que é crucial para a fertilidade masculina. A descoberta foi feita por acaso, quando os investigadores procuravam as causas genéticas de algumas doenças do coração.
 

 

As experiências foram efectuadas em ratinhos geneticamente modificados que não continham o gene Fkbp6. Os cientistas não encontraram ligação entre o gene e as doenças do coração, mas descobriram que todas as células de espermatozóides nos ratos machos morreram, tornando-os completamente inférteis.
 

 

Nas fêmeas, por outro lado, as células dos ovócitos – células que estão nas etapas iniciais do desenvolvimento do óvulo – não foram afectadas. A equipa de cientistas canadiana que fez a pesquisa afirma que a descoberta do gene pode levar ao desenvolvimento de uma pílula anticoncepcional masculina.
 

 

A descoberta também pode levar ao desenvolvimento de um teste para os 15 por cento dos casais em todo o mundo que são inférteis com o objectivo de descobrir se a causa é a ausência do gene Fkbp6. Quando os investigadores estudaram as células do espermatozóide, bem como os tecidos dos ratos, descobriram que elas não tinham espermátides, a célula masculina que dá origem ao espermatozóide.
 

 

Deste modo, os investigadores apontaram a ausência do Fkbp6 como a causa da infertilidade dos ratos. No estudo, publicado na revista «Science», Josef Penninger, professor de biópsia médica e imunologia da Universidade de Toronto e o responsável pelo estudo, refere que os resultados foram «completamente inesperados».
 

 

Pelos vistos, o gene Fkbp6 controla a fertilidade e só actua em células de espermatozóide. «Não encontramos outros problemas além da infertilidade masculina nos ratos», aponta o cientista. E acrescenta: «Então é possível que o Fkbp6 seja o alvo perfeito para o desenvolvimento de uma pílula anticoncepcional masculina».
 

 

A equipa ainda descobriu que o Fkbp6 também é crucial no processo de combinar cromossomas maternos e paternos.
 

 

Normalmente, cada cromossoma combina com outro que tenha a mesma estrutura, posição e origem. Nos ratos que não tinham o Fkbp6, os cromossomas não conseguiram encontrar os seus parceiros correctos e, assim, agruparam-se com cromossomas não correspondentes. Esse tipo de problema é uma das principais causas de abortos espontâneos em seres humanos e uma característica em muitas células cancerosas humanas.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.