Descendência islâmica em todo o Portugal

Estudo da Universidade do Porto pode obrigar a reescrever a História

15 março 2002
  |  Partilhar:

Oito por cento dos portugueses têm genes negros que foram transmitidos essencialmente pelo elemento feminino, revela um estudo da Universidade do Porto, citado pela TSFonline.
 

A notícia revela ainda que há genes islâmicos espalhados por todos o país e que são transmitidos pelo elemento masculino.
 

 

Marca registada
 

 

Segundo António Amorim, coordenador da equipa que está a tentar definir as características genéticas dos portugueses, todos nós temos uma marca que passa de geração em geração, «uma espécie de marca registada».
 

 

Este estudo refere que a descendência islâmica da população portuguesa está espalhada de igual modo de Norte a Sul do continente, o que para António Amorim, levanta desde logo algumas questões.
 

 

Afinal, os mouros não se ficaram pelo sul, havendo no entanto uma diferença: esta marca registada passa através das mães e dos pais e a norte do país a marca mais frequente é da mãe.
 

 

Segundo o investigador, há maior presença de linhagens masculinas norte-africanas no sul do que no norte. No lado feminino isso não aconteceu, as linhagens que podemos associar com os berberes ou com as populações norte-africanas estão presentes no norte.
 

 

Fonte:TSFonline
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.