Depressão pós-parto associada a problemas de sono

Estudo publicado no “Journal of Obstetric Gynecologic & Neonatal Nursing”

16 abril 2009
  |  Partilhar:

A depressão pós-parto pode estar relacionada com a pouca qualidade do sono a mãe, o que, por sua vez, conduz a um agravamento dos sintomas da própria depressão, explica um estudo publicado no “Journal of Obstetric Gynecologic & Neonatal Nursing”.

 

Investigadores da Universidade Drexel, nos EUA, compararam os padrões de sono de 46 mulheres no pós-parto – metade com sintomas de depressão e metade sem o problema.

 

Os investigadores observaram que as mulheres com depressão pós-parto demoravam mais tempo a pegar no sono e dormiam períodos mais curtos. Para além disso, uma pior qualidade do sono foi associada a um agravamento dos sintomas de depressão.

 

O estudo indica que a privação do sono afecta a capacidade de a mãe cuidar do bebé, na medida em que diminuem a concentração e a capacidade de julgamento.

 

Em entrevista ao sítio Sciencedaily, os especialistas lembram que todas as recém-mamãs experimentam problemas de sono logo após o nascimento, principalmente devido a mudanças hormonais. Os investigadores referem que, em média, as mães ficam acordadas mais 20% do dia durante os seis primeiros meses após o parto, acordam com mais frequência e dormem apenas 81% do tempo que estão na cama.

 

Por isso, os especialistas recomendam que as mães tenham ajuda para cuidar do bebé durante o horário nocturno, que se deitem sempre à mesma hora, evitem dormir durante o dia, não consumam cafeína, nicotina e álcool, nem pratiquem exercício físico até quatro horas antes de dormir.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.