Depressão grave: suicídio é a principal consequência

Declarações da Associação Psiquiátrica Alentejana

09 junho 2014
  |  Partilhar:

O suicídio é a "principal complicação e o risco mais temível" das depressões graves em Portugal, sobretudo no Alentejo, onde as taxas são "elevadíssimas", de acordo com o presidente da Associação Psiquiátrica Alentejana (APA).
 

"Há uma relação de causa efeito entre as duas situações", ou seja, depressão e suicídio, revelou à agência Lusa António José Albuquerque.  Em Portugal, e sobretudo no Alentejo, "a principal complicação" nos casos de depressões graves, é o suicídio.,.
 

As depressões graves surgem "a partir de uma idade relativamente jovem, 20 e tal anos", são "muito profundas", têm quadros de depressão que se apresentam repetidamente da mesma forma, com uma frequência "relativamente elevada" e, muitas vezes, sazonal e têm o suicídio como "o risco principal e o mais temível", explicou.
 

Estas são depressões que têm uma carga “hereditária", "um carácter genético muito marcado, além do contexto social e histórico", como "o gravíssimo que o Alentejo tem passado", acrescentou o presidente da APA.
 

No Alentejo, onde as taxas de incidência de depressão grave e de suicídio são "elevadíssimas", sendo que a taxa de suicídio "é mais elevada" do que a taxa de depressão grave, "há muitos casos de suicídio na mesma família", o que "denota, um pouco, a influência genético-familiar", disse.
 

"O alcoolismo, como o suicídio, é também, muitas vezes, um desenvolvimento secundário, uma consequência da depressão", disse o psiquiatra, referindo que a "tríade" depressão, alcoolismo e suicídio é "muito comum no panorama psicopatológico da depressão no Alentejo".

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.