Depressão em ratinhos eliminada através de manipulação genética

Estudo publicado na revista Nature Neuroscience

28 agosto 2006
  |  Partilhar:

 

Um novo tipo de ratinho geneticamente modificado poderá abrir caminho para o desenvolvimento de novos tratamentos contra a Depressão, aponta um estudo franco-canadiano publicado na revista Nature Neuroscience.
 

 

Cientistas da McGill University, Canadá, em conjunto com uma equipa francesa da Université de Nice desenvolveram um tipo de ratinho sem o gene TREK-1 (que afecta a transmissão da serotonina no cérebro) que se mostrou resistente à Depressão. Os roedores foram testados numa série de exames comportamentais, físicos e bioquímicos e reagiram como se estivessem "a ser tratados com antidepressivos há três semanas". De acordo com os investigadores, esta é a primeira vez que a Depressão é eliminada através de manipulação genética.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.