Depressão e suicídio

22% das pessoas que sofrem da doença tenta a morte

21 janeiro 2003
  |  Partilhar:

A depressão pode muito bem ser considerada uma verdadeira epidemia silencioso. O sofrimento que a doença causa leva, muitas das vezes, a um desânimo do qual a pessoa pensa não poder encontrar saída.
 

 

Segundo um estudo da Datamonitor, baseado em entrevistas a 220 psiquiatras de diversos países, mais de um quinto (22 por cento) das pessoas que sofrem de depressão tenta suicidar-se e outros 47 por cento pensa em pôr fim à vida antes de lhe ser diagnosticada depressão. O estudo ainda reforça o facto de o estigma da depressão impedir muitos dos doentes de procurarem terapia.
 

 

O relatório da Datamonitor sobre o mercado de medicamentos anti-depressivos, avaliado em 14 mil milhões de dólares, refere que o estado de espírito depressivo e perturbações do sono são os sintomas mais frequentes da depressão. O estudo conclui que mais de metade – 51 por cento - dos doentes que recebem tratamento contra a depressão sofre também de alguma perturbação relacionada com ansiedade. O inquérito relaciona ainda a depressão com certas formas de dependência, indicando que 38 por cento dos doentes são viciados em tabaco e 21 por cento são alcoólicos.
 

 

Fonte: Diário Digital
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.