Depressão é duas vezes mais comum em pessoas com epilepsia

Estudo publicado na revista “Epilepsia”

27 julho 2009
  |  Partilhar:

A prevalência da depressão em doentes com epilepsia é quase o dobro da encontrada na população em geral, revela um estudo publicado na revista “Epilepsia”.

 

O estudo, liderado por Esme Fuller-Thomson, da University of Toronto, no Canadá, avaliou 130 mil voluntários e permitiu constatar que 13% das pessoas com epilepsia sofriam de depressão. Na população em geral a prevalência da doença é de 7%.

 

De acordo com o estudo, que considerou factores demográficos, são ainda mais elevadas as probabilidades de os pacientes com epilepsia pertencentes a minorias étnicas, ao sexo feminino e ao grupo etário com mais de 70 anos sofrerem de depressão.

 

Os resultados também mostraram que cerca de 40% dos voluntários que apresentavam as duas condições – epilepsia e depressão – não recorreram aos serviços de saúde mental.

 

Devido à alta predominância de condições psiquiátricas entre pessoas com epilepsia, os investigadores, citados pelo sítio “ScienceDaily”, recomendam aos médicos que despistem a depressão em pacientes com a condição.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.