Dependência de analgésicos: factores de risco identificados

Estudo publicado na “Addiction”

09 setembro 2010
  |  Partilhar:

Os factores de risco associados à dependência do consumo de analgésicos foram identificados, dá conta um novo estudo publicado na revista “Addiction”.

 

Para este estudo os investigadores do Geisinger Health System, na Pensilvânia, EUA, entrevistaram e analisaram o DNA de 705 pacientes que tinham dores de costas e a quem foram prescritos analgésicos opióides - uma classe de fármacos que inclui nomeadamente a morfina e a codeína - durante 90 dias.

 

O estudo revelou que as pessoas com menos de 65 anos, com história de depressão, de abuso de fármacos e que estão a ser submetidas a medicação psiquiátrica são mais susceptíveis de ficarem dependentes de analgésicos. A taxa de dependência destes fármacos entre indivíduos que apresentavam estes factores de risco é de cerca de 26%.

 

Os investigadores também analisaram um gene localizado no cromossoma 15, o qual já tinha sido previamente associado com a dependência de álcool, cocaína e nicotina. Os resultados do estudo sugerem que este gene também poderá estar associado com a dependência de analgésicos opióides.

 

O líder do estudo, Joseph Boscarino, revelou que a avaliação destes factores de risco nos pacientes que sofrem de dor crónica, antes da prescrição de analgésicos, irá permitir aos médicos ter uma melhor capacidade para tratar a dor nestes doentes e diminuir, ao mesmo tempo, o potencial risco de dependência.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 2Média: 3
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.