Dentistas voluntários espalham sorrisos pelo Porto

Projeto “Dentista do Bem”

30 abril 2015
  |  Partilhar:
O trabalho dos voluntários do projeto “Dentista do Bem” inclui desde o tratamento de cáries a dentes perdidos, mas é compensado pelo sorriso de quem é tratado no âmbito da iniciativa, disse à Lusa Madalena Coelho Penha, coordenadora do Porto deste projeto que chegou a Portugal em 2010 vindo do Brasil.
 
A ideia do projeto “Dentista do Bem” é que um "um médico dentista adote uma criança entre os 11 e os 17 anos e [que a] acompanhe até aos 18 anos", tendo como critério que o/a jovem em causa não tenha rendimentos para realizar o tratamento.
 
“É apaixonante, é gratificante, porque nós vemos crianças que nos chegam envergonhadas – algumas estão perto do primeiro emprego – com problemas dentários gravíssimos que as incapacitam socialmente, acabam por mudar e vemos um sorriso na cara deles no fim do tratamento. Vemos a alegria que têm por terem sido escolhidos e só isso é a maior paga que podemos ter", explicou Madalena Coelho Penha.
 
A coordenadora do projeto no Porto, que atualmente acompanha 26 jovens, recorda o seu primeiro caso: um jovem que “não namorava e estava triste por isso”. Ao fim de um ano de tratamentos, o jovem encontrou uma namorada e teve, inclusive, direito a um implante por ter cumprido todos os requisitos que lhe foram solicitados.
 
A diretora do lar Nossa Senhora do Acolhimento, Ana Rosa Novais, revela que o primeiro contacto com o projeto ocorreu em 2012 e que “na altura houve um grupo de meninas que fez o rastreio e foi encaminhado para vários consultórios”. 
 
Ana Rosa Novais lamenta as muitas necessidades ao nível de estomatologia com que se deparam na instituição, “porque as jovens que chegam precisam de tratamentos, de cuidados e no público não há resposta ou é muito escassa e no privado é muito dispendioso”.
 
Não é apenas ao nível da interação social que este projeto age, mas também ao nível da autoestima e até mesmo em termos laborais, no acesso ao mercado de trabalho, explicou a responsável do lar da Associação Católica Internacional ao Serviço da Juventude Feminina.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.