Dentes podem ajudar cientistas a perceber impacto dos testes nucleares nos EUA
11 novembro 2001
  |  Partilhar:

 

A descoberta de 85.000 dentes de leite recolhidos entre 1959 e 1970 pode ajudar a perceber se as radiações dos testes nucleares realizados durante a Guerra Fria teriam causado problemas de saúde anos mais tarde.
 

 

Os dentes foram recolhidos para uma pesquisa arquitectada em Saint Louis (Missouri) que concluiu na altura que as crianças estavam a absorver poeiras radioactivas provenientes dos testes de bombas nucleares.
 

 

O estudo mereceu a atenção internacional e ajudou a persuadir os Estados Unidos a adoptarem em 1963 um tratado que bania os testes nucleares atmosféricos.
 

 

Os dentes foram descobertos em Maio em centenas de caixotes por funcionários da Universidade de Washington encarregados de limpar a cave da escola, onde estavam armazenados e esquecidos desde a década de 70.
 

 

Joseph Mangano, coordenador nacional do Projecto de Radiação e Saúde Pública, afirmou que a descoberta é como "um presente de Natal antecipado" para os investigadores.
 

 

O grupo de investigação, com sede em Nova Iorque, espera agora encontrar os proprietários dos dentes e determinar se estes tiveram problemas de saúde, como cancro da tiróide, nas décadas posteriores aos testes.
 

 

Com esse objectivo, os investigadores pedem a todos os que nasceram e viveram em St. Louis entre os anos 40 e 60, sobretudo os que pensam ter doado dentes, a contactarem este grupo.
 

 

Depois da II Guerra Mundial, o governo norte-americano despoletou cerca de 100 bombas nucleares em testes à superfície na zona Oeste do país.
 

 

A preocupação pública com as poeiras radioactivas aumentou quando estas foram detectadas no ambiente e no leite após as explosões.
 

 

A pesquisa, que decorreu entre 1958 e 1970, permitiu recolher cerca de 300.000 dentes de leite, num raio de 240 quilómetros à volta de St. Louis.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.