Dengue: Madeira e Canárias investigam inseticida

Declarações do diretor regional da Agricultura

20 novembro 2012
  |  Partilhar:

Organismos madeirenses e uma universidade das Canárias estão a investigar, desde 2007, a criação de um inseticida para combater o mosquito portador da dengue, revelou o diretor regional da Agricultura.
 

Bernardo Araújo explica que este é um projeto financiado pela União Europeia (UE) e envolve a Direção Regional da Agricultura, a Câmara Municipal do Funchal, o Instituto de Administração da Saúde (IASAUDE) e a Universidade de La Laguna, nas Canárias.
 

A notícia avançada pela agência Lusa refere que este projeto tem como objetivo “aferir se é possível encontrar na natureza, na Madeira, seja em plantas endémicas, seja em plantas introduzidas, algumas substâncias que tenham efeito inseticida relevante para o combate ao mosquito", disse Bernardo Araújo.
 

Bernardo Araújo realçou que os testes realizados já com o extrato de uma planta foram negativos e que ainda aguardam os resultados relativamente a outras quatro plantas.
 

A investigação incide sobre várias plantas, nomeadamente abacateiro, alecrim da serra, cabreira, cedro da Madeira, faia das ilhas, folhado, hortelã de cabra, losna loureiro, madre de louro, pau branco, perado, perpétua branca, seixeiro, vinhático, til e erva caninha.
 

“Este é um trabalho de paciência e moroso, quer na base da recolha de extratos, quer na parte de laboratório, mas temos alguma esperança de que ainda se venham a obter resultados positivos", disse o responsável.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.