Demonstrada eficácia de incenso na redução da ansiedade

Estudo publicado na revista da “Federation of American Societies for Experimental Biology”

22 julho 2008
  |  Partilhar:

Um estudo israelita indica que o incenso pode ajudar a relaxar, ao activar regiões específicas do cérebro responsáveis pela resposta à ansiedade.
 

 

O estudo foi realizado por investigadores israelitas da Hebrew University of Jerusalem, da Ariel University Center em colaboração com investigadores nos EUA.
 

 

No estudo, publicado na revista da “Federation of American Societies for Experimental Biology”, os cientistas dizem ter descoberto um componente do frankincense (incenso extraído do arbusto Boswellia), que, quando injectado em ratinhos, afecta a actividade da proteína TRPV3 no cérebro.
 

 

Os resultados indicam que essa proteína, responsável, por exemplo, pela sensação de calor na pele, também pode cumprir um papel na regulação dos sintomas associados à depressão e à ansiedade.
 

 

Os autores destacam que se os resultados forem confirmados em testes clínicos, a substância poderá servir de base para o desenvolvimento de novos anti-depressivos que apresentem menos efeitos secundários.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.