Demasiada vitamina A pode causar fraturas ósseas

Estudo publicado na “Journal of Endocrinology”

15 outubro 2018
  |  Partilhar:
O consumo de demasiada vitamina A pode fazer diminuir a espessura óssea, conduzindo ao enfraquecimento ósseo e consequente risco de fraturas, demonstra um estudo.
 
Conduzido por uma equipa de investigadores liderada por Ulf Lerner da Academia Sahlgrenska na Universidade de Gotemburgo, o estudo teve por base a administração de doses de vitamina A equivalentes a 4,5 a 13 vezes superiores à dose diária recomendada (DDR) em ratinhos.
 
Como resultado, o consumo continuado desses níveis de vitamina A por ratinhos causou um enfraquecimento ósseo significativo, que foi visível apenas oito dias após os animais começarem o tratamento. 
 
No decorrer das 10 semanas seguintes, os ossos dos ratinhos foram progressivamente ficando com menos espessura e força. 
 
“Estudos anteriores em roedores demonstraram que a vitamina A faz decrescer a espessura dos ossos, mas aqueles estudos foram conduzidos com doses muito elevadas de vitamina A, durante um curto período de tempo”, comentou Ulf Lerner. 
 
O investigador observou ainda que “no nosso estudo demonstrámos que as concentrações de vitamina A muito menores, um nível mais relevante para os humanos, também faz diminuir a espessura e força dos ossos dos roedores”.
 
O próximo passo será investigar se doses de vitamina A relevantes para os humanos afetam o crescimento ósseo induzido pelo exercício físico, assim como o efeito da suplementação com a vitamina sobre os ossos de ratinhos idosos, em que não se dá mais crescimento do esqueleto.
 
“O consumo excessivo de vitamina A poderá ser um problema crescente, já que agora há muito mais pessoas a tomarem suplementos vitamínicos. Doses excessivas de vitamina A poderão aumentar o risco de problemas de enfraquecimento ósseo em humano, mas são necessários mais estudos”, concluiu Ulf Lerner.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentar