DECO alerta para 17 brinquedos perigosos

Substâncias tóxicas, peças pequenas e outros riscos

26 novembro 2004
  |  Partilhar:

A associação de consumidores DECO anunciou esta semana que testou 41 brinquedos e encontrou 17 perigosos, principalmente por conterem substâncias tóxicas, peças pequenas que se soltam e risco de esmagar ou entalar os dedos.O resultado dos testes, que será publicado na edição de Dezembro da revista Proteste, revela que muitos dos brinquedos examinados não cumprem as regras de segurança.«Denunciámos a situação à Inspecção-geral das Actividades Económicas, a entidade responsável pela fiscalização dos brinquedos. Pretendemos que sejam retirados imediatamente das lojas», afirma a associação de defesa dos direitos do consumidor naquela publicação.Na lista negra da insegurança estão os brinquedos que, ilegalmente, estão envoltos num plástico não perfurado e com um perímetro superior a 40 centímetros, com risco de asfixia para a criança.A segurança dos brinquedos também passa pelos materiais e tintas utilizados, dos quais algumas substâncias tóxicas proibidas foram encontradas pelos técnicos da DECO em brinquedos testados.Chumbaram no teste os brinquedos Nenuco, da marca Famosa, Action Man Operation Cuba, da Hasbro, o Leão, da Imaginarium, os Elásticos para o cabelo, da Simba, o Animal Alley, da Toys''R''Us, o Quadro Pizarra Metal, da Saica, e o Boneco Tito Gusanito, da Playskool, entre outros.Em vésperas de Natal, a DECO recomenda aos consumidores que leiam as instruções antes de comprar um brinquedo, que retirem os brinquedos da embalagem antes de os darem à criança e que enviem uma queixa à Inspecção-geral das Actividades Económicas quando um produto ferir seriamente uma criança.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.