Decifrado genoma do Trichomonas vaginalis

Trabalho apresentado na Science

16 janeiro 2007
  |  Partilhar:

O genoma do parasita da tricomoníase vaginal foi desvendado por uma equipa internacional. O estudo foi publicado na revista "Science". A equipa liderada por Jane Carlton, professora do Departamento de Parasitologia do New York University Medical Center and School of Medicine, EUA, demorou quatro anos a decifrar o genoma do organismo unicelular. O genoma tem aproximadamente 26 mil genes confirmados e pode ter outros 34 mil, o que torna o parasita um dos microrganismos com maior número de genes. O parasita prende-se às paredes vaginais e projecta-se em redes por todo o tecido; Também segrega proteínas que destroem as paredes do epitélio. As mulheres infectadas com o parasita apresentam queixas como ardor vaginal, dor ao urinar e durante as relações sexuais. A tricomoníase vaginal, uma doença sexualmente transmissível (DST), também aumenta a susceptibilidade à infecção por HIV. MNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.