"Cultura de segurança do doente" vai ser avaliada

Direcção-Geral da Saúde iniciou inquérito em hospitais

27 maio 2011
  |  Partilhar:

A Direcção-geral da Saúde (DGS) iniciou um inquérito em oito hospitais do país, que pretende alargar a todos estabelecimentos de saúde em 2012, para avaliar a “cultura de segurança do doente”, refere uma notícia difundida pela agência Lusa.

 

A chefe de Divisão de Segurança do Doente, do departamento de Qualidade na Saúde, da DGS, Cristina Costa, explicou à Lusa que,  pretende fazer-se um diagnóstico da situação e saber qual é a cultura de segurança das instituições de saúde. O estudo piloto, cujos resultados da primeira fase vão ser divulgados em Setembro, vai averiguar se esta ferramenta, que foi aplicada nos EUA e adaptada a Portugal, pode ser utilizada de forma fácil pelas instituições. Se o resultado for positivo, pode ser alargada a todo o país no próximo ano.

 

O questionário é "fácil de responder e permite à unidade de saúde saber qual o seu desempenho" nesta área, explicou a especialista. O novo instrumento "permite avaliar de que forma é que conseguimos mudar o que existe hoje em dia, que é uma cultura de culpa dos profissionais e a cultura do erro, para uma cultura de segurança", apontou a responsável.

 

Além da implementação do sistema, será criado "um observatório de segurança do doente, uma plataforma onde depois podemos divulgar informação sobre boas práticas na área da segurança do doente, que pode ser utilizada por profissionais e pelos doentes" para saberem de que forma podem contribuir para o aumento da sua segurança, especificou a responsável.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.