Cuidados de Saúde Primários em Portugal - Reformar para novos sucessos

Livro analisa sistema de saúde português nos últimos 40 anos

20 abril 2006
  |  Partilhar:

 

Nos últimos dez anos, os centros de saúde perderam mil médicos de família, mas o número de consultas realizadas aumentou de 24 para 28 milhões por ano, segundo um estudo de cinco investigadores que traçaram um retrato do sistema de saúde português nos últimos 40 anos. Em média, revela o livro, cada clínico passou de 3330 para 4846 consultas/ano.
 

 

Denominado “Cuidados de Saúde Primários em Portugal - Reformar para novos sucessos”, o livro apresentado quinta-feira numa conferência sobre a reforma dos centros de saúde em Lisboa, contraria a ideia de um recurso excessivo das urgências dos hospitais em relação aos centros de saúde. Em período de emergência, estas unidades atendem quase tantas pessoas como os hospitais. Se os hospitais recebem 684 casos por mil habitantes, os centros de saúde atendem 610.
 

 

Quanto ao impacto dos serviços na saúde dos portugueses, regista-se uma "grande evolução". "Os indicadores que colocavam Portugal na cauda da Europa em 1960, colocam-no agora na frente", explica o médico André Biscaia, um dos autores do livro. Mas, se a evolução da taxa de vacinação e mortalidade infantil "sofreram uma melhoria acentuada", há outras áreas em que houve desinvestimento: 13% da população é obesa, menos de 10% pratica exercício físico, 19% fuma e o número de infectados com HIV ou tuberculose é dos mais altos da Europa.
 

 

Fonte: Diário de Notícias
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.