Cuidados continuados para doentes mentais com novas regras

Nova rede de cuidados aprovada em Conselho de Ministros

24 novembro 2009
  |  Partilhar:

Foi aprovada em Conselho de Ministros a criação de um conjunto de unidades e equipas de cuidados continuados integrados de saúde mental para pessoas cuja doença mental grave provoque incapacidade psicossocial e dependência.

 

Segundo o comunicado do Conselho de Ministros, estas estruturas multidisciplinares prestam cuidados continuados integrados de saúde mental de três tipos: equipas de apoio domiciliário, unidades sócio-ocupacionais e unidades residenciais.

 

A criação de uma rede de cuidados continuados para a saúde mental está prevista no Plano Nacional de Saúde Mental (2007-2016), que prevê respostas para dar alta a doentes mentais "condenados a viver em instituições tipo asilo, que em algumas situações têm condições deficientes", segundo o coordenador nacional para a Saúde Mental, Caldas de Almeida.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.