Cuidados a ter em tempo de frio

Autoridades de saúde alertam para situação

25 janeiro 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

Roupa quente suplementar, chapéu ou gorro para cobrir a cabeça, luvas e calçado adequado, para evitar perdas de calor. Este é um dos avisos da Direcção Geral de Saúde (DGS) para os dias de frio em que as temperaturas poderão chegar aos 10 graus negativos, em alguns pontos mais altos do país, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia.
 

 

No seu site na Internet, a DGS aconselha ainda as pessoas a manter-se activas, fazendo pequenos exercícios com os braços, pernas e dedos, para activar a circulação sanguínea, beber bebidas quentes e comer refeições quentes. As autoridades alertam também que o ar frio não é bom para a circulação sanguínea e por isso devem evitar-se actividades físicas intensas que obrigam o coração a um maior esforço e podem até conduzir a um ataque cardíaco.
 

 

Segundo a DGS, a temperatura ambiente dentro de casa deve manter-se entre os 20 e os 21 graus centígrados, para o que ajuda vedar bem as portas e janelas. O arrefecimento e o enregelamento podem ser responsáveis por lesões corporais graves ou muito graves, podendo vir a ser mortais para pessoas que vivam em exclusão social, adverte a DGS.
 

 

A DGS adverte que as pessoas que devem ter mais cuidado são as que têm doenças crónicas, em especial doenças cardiovasculares e respiratórias, diabetes, doenças da tiróide, perturbações da memória, problemas de saúde mental, alcoolismo ou demência.
 

 

Também o Serviço Nacional de Bombeiros e Protecção Civil (SNBPC) alertou para a necessidade de medidas de prevenção e auto-protecção contra o frio. Perante as previsões da meteorologia, o SNBPC aconselha em comunicado as pessoas a manterem-se em casa ou em locais quentes, usarem calçado adequado e várias camadas de roupa, em vez de uma única peça de tecido grosso.
 

 

Aconselham ainda a ter cuidado com as lareiras e com os aquecedores devido ao risco de acidentes domésticos, nomeadamente devido à sobrecarga dos quadros eléctricos. Para mais informações, as pessoas podem consultar os sites do SNBPC (www.snbpc.pt) e da DGS (www.dgssaude.pt) ou ligar para o número verde 808211311 da Direcção-Geral de Saúde.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.