Cuidador informal acompanha pacientes ortopédicos em casa

Projecto do Hospital Amadora-Sintra

11 novembro 2009
  |  Partilhar:

A figura do “cuidador informal”, um projecto do Hospital Amadora-Sintra, tem como objectivo preparar familiares dos pacientes para cuidar dos doentes do foro ortopédico no regresso a casa.

 

O “cuidador informal”, pessoa escolhida pelo doente, é integrado na equipa de saúde, ainda no hospital, na fase pré-alta, acompanhando o doente na sua recuperação após a alta, como parceiro do hospital e dos centros de saúde.

 

Segundo uma nota da direcção de enfermagem do hospital, a dificuldade e o desconhecimento das famílias de como tratar os doentes constituem os principais motivos que leva à permanência prolongada de doentes do foro ortopédico no hospital, mesmo quando já têm alta clínica.

 

O hospital adianta que, no ano passado, este problema levou a que mais de 600 doentes fossem beneficiários de intervenção social.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.