Cuidado ao enfeitar a casa para o Natal

Especialistas alertam para os problemas que surgem nas festas

16 dezembro 2004
  |  Partilhar:

Se para muitos, a época de enfeitar a árvore de Natal já passou, para outros, os mais atrasados, ainda agora começou a escolha de enfeites e prendas. Para todos, os especialistas norte-americanos apelam para a segurança contra lesões graves – decorrentes de quedas.
 

 

 

Todos os anos, entre 1 de Novembro e 31 de Janeiro, 5,800 norte-americanos recebem tratamento nas urgências dos hospitais devido a lesões relacionadas com quedas que têm lugar quando colocam os enfeites e as luzes de Natal.
 

 

 

Isso significa, segundo os especialistas da U.S. Centers for Disease Control and Prevention (CDC), uma média de duas a três pessoas por hora a dar entrada nas urgências, durante a época natalícia.
 

 

 

A ansiedade de colocar as flores de Natal, as luzes pela casa e a estrela na ponta da árvore, leva a que a segurança fique esquecida. É que subir um escadote pode ser um perigo, caso não se verifique se está seguro e bem nivelado. As estatísticas revelam que a maior parte das quedas foi dada de escadotes, seguidas de tectos, escadas e móveis.
 

 

 

De facto, pode ser tentador usar a mesa que está ao pé, em vez de um escadote, mas também esta pode ser uma escolha desastrosa, dado não ser um objecto desenhado para apoiar o peso de uma pessoa.
 

 

 

As quedas graves podem acabar com a alegria da quadra. Mais de um terço das quedas resulta em fracturas ósseas. E na questão de experimentar as alturas, os jovens estão no topo da lista, dado sobrestimarem a sua capacidade de equilíbrio. Dizem os dados do CCD que 62 por cento das pessoas que sofrem quedas nesta altura do ano têm entre os 20 e os 45 anos. E a grande maioria (58 por cento) pertencem ao sexo masculino.
 

 

 

Alguns conselhos úteis:
 

 

 

- Retire tudo o que estiver ao pé do escadote antes de o usar. Os enfeites, bolas e outros objectos podem aumentar os riscos de resvalar e cair.
 

 

 

- Verifique se as escadas estão devidamente apoiadas; abra os escadotes, pelo menos a 30 centímetros da parede, por cada 1, 20 de altura.
 

 

 

- Em vez de se esticar, baixe-se do escadote e coloque-o de modo a que chegue perfeitamente ao local que pretende.
 

 

 

- Não se empine nos últimos degraus.
 

 

 

Traduzido e adaptado por:
 

 

 

Paula Pedro Martins
 

 

 

Jornalista
 

 

 

MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.